fbpx
20.7 C
Belo Horizonte
terça-feira, 19 / janeiro / 2021

Ministério da Saúde habilita 1.018 leitos para 26 cidades mineiras

Mais Lidas

Bolsa Família começa a receber parcela de R$ 300

O Bolsa Família começa a receber as novas parcelas do auxílio emergencial de R$ 300 nesta quinta-feira (17). Com a mudança de valor, 4,9 millhões deixaram de ganhar o auxílio neste grupo, ou seja, 15% dos 19,2 milhões de inscritos em abril.

Bolsonaro veta perdão a dívidas de igrejas e sugere derrubada do veto

O presidente Jair Bolsonaro sancionou a lei que disciplina o acordo com credores para pagamento com desconto de precatórios federais.

Juiz de Fora confirma mais três óbitos e 94 novos casos nesta sexta

A cenoura é um vegetal com qualidades benéficas tanto para a saúde como para a estética. Ela é utilizada há muitos anos como remédio e também como bálsamo de beleza.

Nova síndrome que atinge crianças pode estar ligada ao coronavírus

Ainda não há confirmação, mas tudo indica que a nova Síndrome Inflamatória Multissistêmica Pediátrica (SIM-P), que tem preocupado médicos em todo o mundo, pode estar associada ao coronavírus.

Para fortalecer ainda mais a assistência à saúde dos mineiros neste momento de pandemia, o Ministério da Saúde (MS) habilitou 1.018 leitos de Hospitais de Pequeno Porte (HPP) de Minas Gerais, num total de R$ 18,324 milhões de recursos repassados em parcela única ao Estado. São 26 cidades beneficiadas com a habilitação, que é fruto dos esforços do Governo de Minas junto à União para o enfrentamento da covid-19 no estado. 

Os mais de 1 mil leitos de HPP habilitados são imprescindíveis para o controle da contaminação pelo coronavírus. Isso porque, segundo a superintendente de Rede de Atenção à Saúde da Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG), Karina Taranto, esses leitos de enfermaria servem para evitar que pacientes que não estejam contaminados sejam levados para unidades hospitalares onde há infectados pelo vírus, preservando-os de uma contaminação.

“É o que chamamos de retaguarda para enfrentamento da covid-19. São hospitais que estão mais próximos dos domicílios dos pacientes e evitam que aqueles que necessitam de leitos e não estão com a covid-19, sofram uma contaminação cruzada em unidades que estejam atendendo pessoas contaminadas pelo coronavírus”, explica Karina.

A estratégia de retaguarda faz parte do Plano de Prevenção de Contingenciamento em Saúde da covid-19 do Estado, traçado desde o início da pandemia. Antes de habilitados pelo MS, os 1.018 leitos já atendiam os usuários dos SUS que necessitavam desse tipo de assistência. Com a habilitação, os hospitais passam a receber recursos federais para a continuidade do funcionamento desses leitos.

Confira neste link as cidades que tiveram leitos habilitados pelo Ministério da Saúde.

Mapeamento

Desde o início da pandemia, o governo estadual mapeou as instituições que poderiam servir de retaguarda no enfrentamento do coronavírus. São, ao todo, 72 cidades mineiras com leitos de hospitais de pequeno porte submetidos pelo Governo de Minas à habilitação no Ministério da Saúde.

Um dos critérios do MS para priorizar a liberação das habilitações, segundo comenta Karina Taranto, é, geralmente, para locais onde a contaminação esteja mais acelerada.

Saúde Digital MG – Covid19 é uma plataforma para auxiliar na autoavaliação de saúde com foco no coronavírus, oferecendo direcionamento para acesso à rede de Saúde do Estado. O aplicativo está disponível para download no Google Play (Android) e na App Store (iOS)

- Publicidade -

Mais Notícias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Publicidade -

Últimas Notícias

Só nas últimas 24h MG registra 120 óbitos por covid-19

Minas Gerais chega a quase 11 mil mortos por corona

Governador determina que PM intensifique fiscalização nas festas de fim de ano

governador Romeu Zema (Novo) convocou a Polícia Militar de Minas de Gerais (PMMG)

Renovação de CNH já pode ser solicitada pelo MG app

Mais de 70 serviços do Governo de Minas são disponibilizados no aplicativo

Anvisa certifica farmacêutica chinesa que desenvolveu CoronaVac

Resolução foi publicada hoje no Diário Oficial da União

Anvisa inspeciona voos procedentes do Reino Unido

Medida é para evitar propagação da variante do coronavírus