fbpx
27.4 C
Belo Horizonte
domingo, 17 / janeiro / 2021

Reino Unido espera receber 10 milhões de doses de vacina este ano

Mais Lidas

Revista Cosmopolitan coloca duas brasileiras entre os bumbuns mais belos do Instagram

A revista Cosmopolitan fez uma lista com os 55 bumbuns mais belos do Instagram.

PIB da construção civil deve crescer 4% em 2021

Expansão do setor pode ser a maior desde 2013

Brasileira é uma das vítimas do ataque em igreja de Nice, diz Itamaraty

Governo brasileiro repudiou o atentado e presta assistência consular

Conheça a FG Big Wheel, 2ª maior roda gigante do Brasil

A FG Big Wheel é a segunda maior Roda Gigante do país, perdendo apenas para a Rio Star no Rio de Janeiro.

O Reino Unido espera receber 10 milhões de doses da candidata a vacina contra covid-19 da Pfizer/BioNTech até o final deste ano se as agências reguladoras a aprovarem, disse o porta-voz do primeiro-ministro, Boris Johnson, nesta segunda-feira (9), na esteira de resultados positivos de testes clínicos.

O porta-voz informou que o país já encomendou 40 milhões de doses da candidata a vacina desenvolvida pela Pfizer e pela BioNTech, uma das seis com as quais o governo firmou acordos de suprimento.

Também nesta segunda-feira, a Pfizer disse que sua vacina experimental contra covid-19 é mais de 90% eficiente, uma grande vitória na luta contra a pandemia que já matou mais de 1 milhão de pessoas, assolou a economia mundial e transtornou a vida cotidiana.

“No total, adquirimos 40 milhões de doses da candidata a vacina da Pfizer, e 10 milhões destas estão sendo fabricadas e estarão disponíveis ao Reino Unido até o final do ano, se a vacina for aprovada pelas agências reguladoras”, disse o porta-voz.

Johnson sujeitou a Inglaterra a um segundo lockdown nacional para conter uma segunda onda de infecções de covid-19, mas disse que as perspectivas de uma vacina são um motivo para crer que a situação melhorará na primavera.

“Os resultados são promissores, e, embora estejamos otimistas a respeito de um avanço, precisamos lembrar que não existem garantias. Saberemos se a vacina é tanto segura quanto eficaz assim que os dados de segurança tiverem sido publicados, e somente então as autoridades de licenciamento podem cogitar torná-la acessível ao público”, acrescentou o porta-voz.

- Publicidade -

Mais Notícias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Publicidade -

Últimas Notícias

Só nas últimas 24h MG registra 120 óbitos por covid-19

Minas Gerais chega a quase 11 mil mortos por corona

Governador determina que PM intensifique fiscalização nas festas de fim de ano

governador Romeu Zema (Novo) convocou a Polícia Militar de Minas de Gerais (PMMG)

Renovação de CNH já pode ser solicitada pelo MG app

Mais de 70 serviços do Governo de Minas são disponibilizados no aplicativo

Anvisa certifica farmacêutica chinesa que desenvolveu CoronaVac

Resolução foi publicada hoje no Diário Oficial da União

Anvisa inspeciona voos procedentes do Reino Unido

Medida é para evitar propagação da variante do coronavírus