fbpx
27.7 C
Belo Horizonte
quinta-feira, 25 / fevereiro / 2021

Minas Gerais terá centro de distribuição da Amazon

Mais Lidas

Governo de Minas Gerais anuncia, nesta segunda-feira (8/10), a atração de mais uma grande empresa para o estado. Minas Gerais está na rota de expansão da multinacional norte-americana do varejo Amazon. A instalação do novo centro de distribuição (CD) será em Betim, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. A empresa está em fase de pré-operação e entra em total funcionamento nos próximos dias.

O governador Romeu Zema destacou que os esforços de desburocratização do Estado têm sido fundamentais para que Minas receba investimentos deste porte. “A Amazon, um dos maiores e-commerces do mundo, escolheu Minas Gerais para instalar um de seus centros de distribuição. Isso é muito importante para nós, porque significa mais empregos e futuras oportunidades de novos negócios virem para Minas, já que uma empresa como a Amazon acaba atraindo outros prestadores de serviços”, afirmou.

Empregos

As tratativas para a implantação da Amazon começaram em meados de 2019. A confirmação do aporte da gigante varejista se soma a diversos outros que vêm fortalecendo a economia em todo território mineiro, mesmo no cenário de retração econômica global em função da pandemia da covid-19. Esse é mais um resultado do processo de desburocratização estabelecido pelo Governo do Estado, com suporte da Agência de Promoção de Investimento e Comércio Exterior de Minas Gerais (Indi) e da Secretaria de Desenvolvimento Econômico (Sede).

A companhia anunciou também a abertura de outros dois novos centros, um no Distrito Federal (Santa Maria) e outro no Rio Grande do Sul (Nova Santa Rita). Essa é a maior expansão da Amazon no Brasil.

Só em Betim a estimativa é de que sejam gerados 225 empregos, entre diretos e indiretos, no período. Com os três novos centros instalados, o país deve ter mais 1,5 mil postos de trabalho.

O secretário-adjunto de Desenvolvimento Econômico, Fernando Passalio, comemora a instalação de uma das empresas mais valiosas do mundo. “A vinda da Amazon para Minas Gerais reforça as diretrizes do Governo Zema, de simplificar e desburocratizar os processos. Estamos focados em diversificar a economia, mostrando o potencial do estado em se tornar, cada vez mais, um grande hub logístico para o restante do país”, afirma.

Centros de distribuição

Com este anúncio, a Amazon passa a contar com oito centros de distribuição para atender a clientes em todas as cidades brasileiras. Como efeito direto dessa expansão, mais de 500 municípios terão entregas ainda mais rápidas para membros Prime, a partir de dois dias para produtos elegíveis, com frete grátis e outros benefícios para quem faz parte do programa.

O Brasil é o país com o crescimento mais rápido em assinaturas Amazon Prime desde o lançamento. De acordo com o country manager da Amazon no Brasil, Alex Szapiro, a expansão da companhia reflete o compromisso com os consumidores no Brasil, com foco em oferecer uma experiência em constante evolução para o cliente. “Estamos profundamente comprometidos com o país e com as comunidades onde atuamos, e temos orgulho de criar mais de 1,5 mil novas oportunidades de trabalho, que irão beneficiar as regiões onde os centros de distribuição foram instalados”, disse.

Atração de investimentos

O Indi teve papel fundamental nas negociações com a empresa. De acordo com o presidente da agência, Thiago Toscano, o objetivo foi apresentar os pontos fortes do Estado, sobretudo na questão logística e nos tratamentos tributários. Toscano lembra que o setor de e-commerce está em franca expansão e a própria legislação tributária ainda tem alguns entraves para acompanhar a dinâmica do mercado. “A Secretaria de Fazenda conseguiu acompanhar essas mudanças para se adaptar à nova realidade do segmento. Essa foi uma das nossas grandes vantagens competitivas”, explicou.

A Amazon também instalará em Betim o marketplace da companhia, agregando outros vendedores e aumentando ainda mais o portfólio de produtos oferecidos no site. “Por ser uma das maiores empresas do varejo mundial essa é uma conquista que agrega muito para Minas Gerais. Vamos continuar trabalhando para que outras do setor sigam o mesmo caminho”, conclui Thiago Toscano.

#VemPraMinas

O Governo de Minas está investindo na atração de novas empresas e ampliando as que já estão instaladas no estado. De janeiro a outubro deste ano, o Estado recebeu R$ 22,5 bilhões de investimentos. A meta, até dezembro, é formalizar R$ 30 bilhões. Mesmo em meio à pandemia, houve aumento de 22% nos aportes em relação ao mesmo período de 2019 e geração de aproximadamente 15 mil empregos. O número expressivo é resultado das ações da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, por meio do Indi, na elaboração de estratégias para a retomada da economia.

- Publicidade -

Mais Notícias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Publicidade -

Últimas Notícias

Só nas últimas 24h MG registra 120 óbitos por covid-19

Minas Gerais chega a quase 11 mil mortos por corona

Governador determina que PM intensifique fiscalização nas festas de fim de ano

governador Romeu Zema (Novo) convocou a Polícia Militar de Minas de Gerais (PMMG)

Renovação de CNH já pode ser solicitada pelo MG app

Mais de 70 serviços do Governo de Minas são disponibilizados no aplicativo

Anvisa certifica farmacêutica chinesa que desenvolveu CoronaVac

Resolução foi publicada hoje no Diário Oficial da União

Anvisa inspeciona voos procedentes do Reino Unido

Medida é para evitar propagação da variante do coronavírus