fbpx
19.6 C
Belo Horizonte
quarta-feira, 27 / janeiro / 2021

Multinacional de equipamento de energia solar vai se instalar no Aeroporto Industrial

Mais Lidas

Ministro Tarcísio de Freitas apresenta modelo de integração de portos a representantes do setor

Por meio de videoconferência, o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, se reuniu, nesta quinta-feira (18), com representantes de transportadores de cargas no país.

Mandado de medida protetiva deve ser cumprido em 48 horas, decide CNJ

Ainda não havia prazo para notificação de acusados de agredir mulheres

Sally ruma para costa dos EUA e pode causar inundação histórica

O Furacão Sally se aproximou ainda mais da costa dos Estados Unidos, no Golfo do México, na manhã desta terça-feira (15)

O Aeroporto Internacional de Belo Horizonte e a Amerisolar Brasil anunciaram parceria e, já a partir do primeiro semestre de 2021, a multinacional, especializada em produção de equipamentos de energia solar, deve começar a operar no terminal, em Confins.

O Governo de Minas destacou a chegada da empresa, a segunda a se instalar no Aeroporto Industrial, cujo projeto implementado pela empresa BH Airport é pioneiro no país e identificado pelo Executivo como porta para a diversificação da economia mineira, atração de novos investimentos, abertura e conexão do estado com o comércio exterior.

Durante o lançamento, o secretário adjunto da Secretaria de Desenvolvimento Econômico (Sede), Fernando Passalio, lembrou que Minas que foi, por muitos anos, reconhecido como o estado da mineração, passa a ser também referência como o estado da geração de energia solar. “Ter uma fábrica de componentes para o setor de energia renovável é motivo de muito orgulho para nós. Além de viabilizar a redução de custos, a parceria tende a trazer maior atratividade para o nosso mercado”, afirma.

Marco

Ainda de acordo com Passalio, a vinda de uma multinacional para o único aeroporto indústria do país é um marco que consolida Minas Gerais, no contexto do processo de diversificação da economia, como polo de distribuição logístico do Brasil. “Teremos cada vez mais um adensamento de indústrias que atuam na área de comércio exterior e fortalecerão os mercados interno e externo”, ressalta.

A Amerisolar Brasil é a sexta fábrica da companhia no mundo. As outras são localizadas nos países Austrália, China, Coreia do Sul, Estados Unidos e Camboja. A unidade no Aeroporto Industrial terá capacidade de produção de 30 mil painéis/mês e 50% do total deverá ser exportada para países da América Latina, incluindo México, Argentina, Peru, Chile e Colômbia.

Aeroporto Industrial

O Aeroporto Industrial, realizado pela BH Airport – concessionária do Aeroporto Internacional de Belo Horizonte -, é um projeto inédito que prevê benefícios fiscais a empresas exportadoras que estiverem instaladas dentro do sítio aeroportuário. O empreendimento tem grande potencial para elevar a competitividade das empresas brasileiras no contexto internacional, além de atrair novos investimentos externos para o Brasil.

De acordo com o diretor presidente da BH Airport, Marcos Brandão, o objetivo é transformar o aeroporto em um ambiente de negócios e experiências. O primeiro Aeroporto Industrial do Brasil conta com uma área disponível de 750 mil metros quadrados e tem expectativa de atrair cerca de 250 empresas ao longo dos anos, gerando milhares de empregos.

- Publicidade -

Mais Notícias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Publicidade -

Últimas Notícias

Só nas últimas 24h MG registra 120 óbitos por covid-19

Minas Gerais chega a quase 11 mil mortos por corona

Governador determina que PM intensifique fiscalização nas festas de fim de ano

governador Romeu Zema (Novo) convocou a Polícia Militar de Minas de Gerais (PMMG)

Renovação de CNH já pode ser solicitada pelo MG app

Mais de 70 serviços do Governo de Minas são disponibilizados no aplicativo

Anvisa certifica farmacêutica chinesa que desenvolveu CoronaVac

Resolução foi publicada hoje no Diário Oficial da União

Anvisa inspeciona voos procedentes do Reino Unido

Medida é para evitar propagação da variante do coronavírus