fbpx
21 C
Belo Horizonte
sexta-feira, 22 / janeiro / 2021

Astronautas russos e norte-americana partem para Estação Espacial

Mais Lidas

Bolsa Família começa a receber parcela de R$ 300

O Bolsa Família começa a receber as novas parcelas do auxílio emergencial de R$ 300 nesta quinta-feira (17). Com a mudança de valor, 4,9 millhões deixaram de ganhar o auxílio neste grupo, ou seja, 15% dos 19,2 milhões de inscritos em abril.

Ministro Tarcísio de Freitas apresenta modelo de integração de portos a representantes do setor

Por meio de videoconferência, o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, se reuniu, nesta quinta-feira (18), com representantes de transportadores de cargas no país.

Bolsonaro veta perdão a dívidas de igrejas e sugere derrubada do veto

O presidente Jair Bolsonaro sancionou a lei que disciplina o acordo com credores para pagamento com desconto de precatórios federais.

Juiz de Fora confirma mais três óbitos e 94 novos casos nesta sexta

A cenoura é um vegetal com qualidades benéficas tanto para a saúde como para a estética. Ela é utilizada há muitos anos como remédio e também como bálsamo de beleza.

Um trio de astronautas, que inclui dois russos e uma norte-americana, decolou hoje (14) com sucesso rumo à Estação Espacial Internacional, utilizando pela primeira vez uma manobra rápida para chegar em apenas três horas.

Kate Rubins, da Nasa, a estação espacial norte-americana, Sergey Ryzhikov e Sergey Kud-Sverchkov, da agência espacial russa Roscosmos, decolaram a bordo da nave Soyuz MS-17 às 10:45 (horário local), das instalações de lançamento espacial situadas em Baikonur, no Cazaquistão, para um período de seis meses na estação.

Os membros da tripulação da Estação Espacial Internacional (ISS) caminham para partir para a plataforma de lançamento no Cosmódromo de Baikonur
Os membros da tripulação da Estação Espacial Internacional (ISS) caminham para partir para a plataforma de lançamento no Cosmódromo de Baikonur – Reuters/Andrey Shelepin/ GCTC / RUSSIAN SPA/Direitos reservados

A equipe busca, pela primeira vez, uma aproximação de duas a três horas com o posto avançado em órbita. Anteriormente, as tripulações demoravam o dobro do tempo a chegar à estação.

O acoplamento da nave Soyuz MS-17 com a plataforma orbital, que será feito de modo automático, é esperado às 9h52 (hora de Lisboa).

O trio irá juntar-se ao comandante da Nasa na estação, Chris Cassidy, e aos astronautas da agência espacial russa Anatoly Ivanishin e Ivan Vagner, que estão no complexo desde abril e deverão regressar à Terra em 21 de outubro.

A nova tripulação deverá continuar a trabalhar em centenas de experiências biológicas, biotecnológicas, físicas e científicas.

Entre as missões a serem realizadas, está também a selagem de vazamentos de ar detectados na estação no fim de agosto.

“Não existe uma instalação absolutamente estanque, sempre existiram e continuarão a existir vazamentos, o problema é que um dos atuais é um pouco maior do que o esperado, mas não afeta a segurança da tripulação ou a capacidade de trabalho da estação”, explicou o capitão Sergey Ryzhikov, nessa terça-feira.

A tripulação também deverá testemunhar a chegada, prevista para 1º de novembro, da missão SpaceX Crew-1, da empresa de transporte aeroespacial SpaceX, propriedade do empresário Elon Musk, que levará os astronautas da Nasa Mike Hopkins, Victor Glover e Shannon Walker e o japonês Soichi Noguchi à estação espacial.

A Estação Espacial Internacional, um projeto de mais de US$ 150 bilhões do qual participam 15 nações, consiste atualmente em 15 módulos permanentes, orbitando a uma distância de 400 quilômetros e a uma velocidade de mais de 27 mil quilômetros por hora.

Kathleen Rubins, da NASA, membro da tripulação da Estação Espacial Internacional (ISS), observa durante a verificação do traje espacial no Cosmódromo de Baikonur
Kathleen Rubins, da NASA, membro da tripulação da Estação Espacial Internacional (ISS), observa durante a verificação do traje espacial no Cosmódromo de Baikonur – Reuters/Andrey Shelepin/ GCTC / RUSSIAN SPA/Direitos reservados

Em entrevista na véspera do lançamento, a astronauta norte-americana Kate Rubins disse que a tripulação passou semanas em quarentena nas instalações de treino da Star City, a principal base de treino para os cosmonautas da Rússia, e depois em Baikonur, para evitar qualquer ameaça do novo coronavírus.

- Publicidade -

Mais Notícias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Publicidade -

Últimas Notícias

Só nas últimas 24h MG registra 120 óbitos por covid-19

Minas Gerais chega a quase 11 mil mortos por corona

Governador determina que PM intensifique fiscalização nas festas de fim de ano

governador Romeu Zema (Novo) convocou a Polícia Militar de Minas de Gerais (PMMG)

Renovação de CNH já pode ser solicitada pelo MG app

Mais de 70 serviços do Governo de Minas são disponibilizados no aplicativo

Anvisa certifica farmacêutica chinesa que desenvolveu CoronaVac

Resolução foi publicada hoje no Diário Oficial da União

Anvisa inspeciona voos procedentes do Reino Unido

Medida é para evitar propagação da variante do coronavírus