fbpx
21.4 C
Belo Horizonte
quinta-feira, 21 / janeiro / 2021

Messi anuncia permanência no Barcelona

Mais Lidas

Bolsa Família começa a receber parcela de R$ 300

O Bolsa Família começa a receber as novas parcelas do auxílio emergencial de R$ 300 nesta quinta-feira (17). Com a mudança de valor, 4,9 millhões deixaram de ganhar o auxílio neste grupo, ou seja, 15% dos 19,2 milhões de inscritos em abril.

Juiz de Fora confirma mais três óbitos e 94 novos casos nesta sexta

A cenoura é um vegetal com qualidades benéficas tanto para a saúde como para a estética. Ela é utilizada há muitos anos como remédio e também como bálsamo de beleza.

Bolsonaro veta perdão a dívidas de igrejas e sugere derrubada do veto

O presidente Jair Bolsonaro sancionou a lei que disciplina o acordo com credores para pagamento com desconto de precatórios federais.

Governo qualifica rodovias e terminais portuários junto ao Programa de Parcerias de Investimentos

Ministério da Infraestrutura dá continuidade à projeto de desestatização e de concessões à iniciativa privada

O craque argentino Lionel Messi encerrou as intensas especulações sobre seu futuro nesta sexta-feira (4), e anunciou que permanecerá no Barcelona por mais uma temporada, ao conmtrário de enfrentar o time que defendeu durante toda sua carreira nos tribunais.

Uma semana após dizer que desejava deixar o time espanhol, e em meio a uma disputa contratual, o meia-atacante de 33 anos, eleito seis vezes melhor jogador do mundo, deu aos torcedores do Barça a notícia que esperavam.

Mas o argentino fez isso atacando duramente a direção do clube.

“Não estava contente e queria sair. Não me foi permitido de forma alguma e vou ficar no clube para não entrar em uma disputa jurídica. A direção do clube, liderada pelo [presidente Josep Maria] Bartomeu, é um desastre”, disse Messi ao site Goal.com.

Ao permanecer na equipe catalã pelo quarto e último ano de seu atual contrato, ele se qualifica para um bônus de lealdade de 63 milhões de euros, e poderá deixar o clube em uma transferência sem o pagamento de multa rescisória ao final do vínculo.

“Continuarei no Barça e minha atitude não mudará, por mais que quisesse sair”, disse. “Queria sair porque pensei em viver meus últimos anos no futebol feliz. Ultimamente, não tenho encontrado felicidade no clube”, concluiu.

Nesta sexta, mais cedo, o pai e representante do jogador, Jorge Messi, havia afirmado, em uma carta dirigida à La Liga (entidade que organiza o Campeonato Espanhol) que a multa rescisória de 700 milhões de euros presente no contrato não é valida e que seu filho poderia partir de graça.

A liga respondeu dizendo que mantém a posição presente em um comunicado emitido no domingo em apoio ao Barcelona.

Apesar do impasse entre Messi, de um lado, e Barcelona e liga espanhola, de outro, o craque argentino encerrou a crise e finalizará o contrato com o time no qual conquistou mais de 30 troféus e marcou mais de 600 gols.

O Barcelona foi eliminado da Liga dos Campeões no mês passado após a goleada de 8 a 2 para o Bayern de Munique (Alemanha), e contratou Ronald Koeman para o lugar do técnico Quique Setién, que acabou demitido.

A notícia de que Messi continuará no Barça, ainda que contrariado, decepcionou os clubes que esperavam contratá-lo, entre eles o Manchester City (Inglaterra), treinado por Pep Guardiola, seu ex-técnico no Barcelona.

* Matéria atualizada às 15h52 com novas informações.

- Publicidade -

Mais Notícias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Publicidade -

Últimas Notícias

Só nas últimas 24h MG registra 120 óbitos por covid-19

Minas Gerais chega a quase 11 mil mortos por corona

Governador determina que PM intensifique fiscalização nas festas de fim de ano

governador Romeu Zema (Novo) convocou a Polícia Militar de Minas de Gerais (PMMG)

Renovação de CNH já pode ser solicitada pelo MG app

Mais de 70 serviços do Governo de Minas são disponibilizados no aplicativo

Anvisa certifica farmacêutica chinesa que desenvolveu CoronaVac

Resolução foi publicada hoje no Diário Oficial da União

Anvisa inspeciona voos procedentes do Reino Unido

Medida é para evitar propagação da variante do coronavírus